diz Miguel Sousa Tavares que quer “viver para escrever, viajar para escrever, olhar para escrever, estar vivo para escrever”. afirma-se “uma testemunha, um contador de histórias, um homem que passa a palavra. 277 more words